15 passos para proteger suas informações no Facebook

Por Cristina Moreno de Castro

 

1) Primeiro: em seu perfil, no cantinho superior direito, tem uma caixa escrito “ver como…”. Clicando nela, será possível você descobrir como o público em geral acessa seu Facebook, ou seja, quais informações da sua página — fotos, frases no mural, detalhes sobre você — estão abertas para qualquer um que entrar no Facebook, mesmo aqueles que não são seus amigos ou nem têm conta na rede social. Esse é o primeiro passo para que você leve um susto sobre tudo o que andou deixando à vista de todos até hoje ou se certifique de que está tudo devidamente protegido.

2) Para mudar realmente o que está sobrando na sua página, clique lá na setinha mais ao alto, no cantinho superior extremo da direita. Vá primeiro em “configurações da conta”. Aí você pode alterar seu nome (não precisa deixar à disposição de todos seu nome COMPLETO, porque isso só facilita aos xeretas te encontrarem).

3) Clicando em “configurações de segurança”, no lado esquerdo, pode ativar mecanismos de conferência de dados para dificultar que alguém tente invadir sua conta.

4) Em “assinantes”, você deve DESMARCAR a opção de permitir assinaturas, caso ela esteja marcada. Os assinantes são desconhecidos, que não precisam de permissão para ser seus amigos e podem, mesmo assim, receber atualizações de tudo o que você posta.

5) Lá naquela setinha do canto superior direito, escolha agora a opção “configurações de privacidade”. No campo “controlar sua privacidade padrão”, escolha “amigos”. Assim, somente quem você autorizou que seja seu amigo poderá ler o que você escreve normalmente.

6) Na hora de postar algo, você pode mudar essa configuração padrão SÓ DAQUELA VEZ. Para isso, basta clicar na caixinha ao lado de “publicar” e escolher, por exemplo, que aquele post pode ser público, ou que só deve aparecer para pessoas escolhidas de forma personalizada.

7) De volta às configurações de privacidade, clique em “como conectar” e defina para quem seu email e telefone pode ser exibido e se todos estão autorizados a enviar uma mensagem para você e a pedir para ser se amigo ou não. (Não vejo problemas em ter essas duas coisas abertas para “todos”. Afinal, você pode simplesmente não autorizar o pedido de alguém para ser seu amigo, mas a graça do Facebook é justamente permitir que potenciais amigos te descubram na rede).

8) No campo “Perfil e Marcação”, sugiro que deixe apenas “amigos” publicarem em seu mural e ver o que os outros publicaram. Afinal, desconhecidos ainda têm a opção de te enviar uma mensagem, se for o caso. Importante: ATIVE a opção “analisar publicações em que você foi marcado antes de serem exibidas no seu perfil”. Assim, não corre o risco de algum amigo postar um segredo sobre a sua vida e todos lerem antes de você ter tempo de apagar. Inclusive amigos desse amigo que você nem conhece.

9) Na opção “limite o público para publicações passadas”, tudo aquilo que você publicou e que estava marcado para que todo mundo pudesse ver será automaticamente trocado e só os amigos poderão ver. Você também pode trocar um a um desses casos, acessando sua página e clicando no simbolozinho que aparece logo ao lado da data de publicação de cada post.

10) Em “gerenciar bloqueio”, é possível bloquear usuários e aqueles convites irritantes para eventos malas ou para adicionar aplicativos idiotas, tipo “Meu Calendário” e afins.

11) Agora acesse seu perfil e clique em “Informações”. Ali você pode editar cada um dos campos (por exemplo, “Trabalho”) e escolher exatamente o que é visível para quem.

12) Clique em “Fotos” e faça o mesmo: bloqueie TODAS as suas fotos para o público. Deixe abertas apenas para amigos ou para pessoas específicas.

13) Não adianta nada você restringir suas informações aos amigos se você é do tipo que adiciona qualquer um como amigo e tem centenas e milhares de pessoas nessa categoria. Seja seletivo. Selecione apenas pessoas em que confie e que conheça bem.

14) Mesmo depois de tomar todas essas medidas de precaução, NUNCA publique informações muito pessoais, como endereço, telefone residencial, cada passo que dá, cada lugar para onde está indo, informações muito particulares de pessoas do seu círculo etc. Você pode ter adicionado algum “amigo virtual” que não é tão amigo assim e pode se aproveitar dessas informações ou, o que é mais comum, algum dos seus amigos pode deixar escapar essa informação de forma inadvertida. O importante é que tudo o que é escrito e publicado na internet, por mais restrito que esteja, está sujeito a ser descoberto por algum xereta. Basta um ctrl+C da sua linha do tempo e um ctrl+V no email de alguém, por exemplo…

15) Depois de feitos todos esses passos, volte a acessar aquele local do item 1 e certifique-se de que o público em geral não terá acesso a NADA da sua vida, nem foto, nem texto do mural, nem informação básica. Se algo ainda tiver escapado — por exemplo, uma publicação de mural que não deve ser lida pelo público –, mude o status dessa publicação ou as definições do seu perfil.

Anúncios

Faça seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s